Encontre o produtor por País

Conheça a história por trás do rótulo

Vignobles Clément Fayat

Vignobles Clément Fayat / França

Além de comandar um colosso empresarial na França, Clément Fayat uniu empreendedorismo, paixão e visão de negócios para dar vida a este projeto vinícola que reúne três prestigiadas denominações de Bordeaux

Encravados em três das mais conceituadas regiões de Bordeaux – Saint-Émilion, Pomerol e Haut-Médoc –, o empreendimento Vignobles Clément Fayat representa a concretização de um desejo de um bem-sucedido empresário bordalês que sempre nutriu verdadeira paixão pelos vinhos de alta gama de sua região. Dono de um poderoso conglomerado econômico francês, que reúne empreendimentos nas áreas de construção civil, industrial e de serviços, Clément Fayat deu vida a seu projeto vinícola, em 1969, ao adquirir o Château La Dominique, Grand Cru Classé de Saint-Émilion.

Em menos de uma década, ampliou seus domínios arrematando a imponente construção neorrenascentista do Château de Parempuyre e seus 25 hectares de vinhedos, na região Haut-Médoc, rebatizando-o como Château Pichon-Clément. Fayat não pararia por aí. Em 1984, adquiriu outro château, o Prieurs de la Commanderie, no Pomerol. Na última etapa de consolidação do grupo vinícola, anexou ainda na mesma comuna o Château La Commanderie de Mazeyres. Hoje, as quatro propriedades da Vignobles Clément Fayat representam um total de 60 hectares de vinhedos próprios. Homem de visão empreendedora, Fayat realizou tais investimentos sabendo da importância dessas aquisições ao detectar o grande potencial dos diferentes terroirs.

Muito cedo, ele compreendeu a influência determinante e o papel essencial desse fator. Em cada nova propriedade, realizou estudos profundos de análise. Os conhecimentos adquiridos desde o início pelas equipes de trabalho do Château La Dominique também foram replicados nas demais propriedades dos Vignobles Clément Fayat. Mais: Fayat ousou, ao utilizar na gestão da vinícola os métodos administrativos inovadores praticados em seu dia-a-dia empresarial. Além disso, introduziu meios técnicos e humanos para produzir o melhor vinho possível. Não por acaso, Fayat acredita que um grand cru de estirpe é o resultado da perfeita união entre a natureza e o homem. Por isso, cada um de seus rótulos apresenta identidade e personalidade próprias.

Seja nos vinhedos ou na adega, os enólogos e as equipes de Vignobles Clément Fayat trabalham com essa convicção, já que cada passo é cuidadosamente planejado, desde a plantação das uvas, com a colheita no estágio de sua maturidade ideal, até a hora de serem vinificadas. Todo esse know-how, herdado da tradição de Bordeaux, é aplicado tanto no manejo dos vinhedos como na vinícola. A partir dessas condições obtém-se vinhos de alta qualidade, que representam a autêntica expressão dos diferentes terroirs da empresa.

Ao longo de sua história, Fayat realizou uma série de investimentos. A adega no Château La Dominique, por exemplo, foi totalmente equipada com cubas de aço inoxidável termorreguláveis, ainda nos anos 70. Duas décadas depois, o grupo, acompanhando a modernização do setor, adotou uma série de medidas priorizando a alta qualidade de seus rótulos, como a redução da capacidade das cubas para vinificar cada parcela individualmente. Sabe-se que durante os últimos anos, algumas técnicas evoluíram tanto na gestão do vinhedo, quanto na adega. Fayat não só adotou tais avanços como contribuiu para essa evolução. Prova disso é o trabalho desenvolvido por ele nas últimas quatro décadas na Vignobles Clément Fayat e sua filosofia sempre aberta às novas tecnologias de vinificação.

Com a parceria do conhecido enólogo e consultor francês Michel Rolland, que participa do projeto desde os seus primórdios, a empresa foi precursora em algumas das práticas vitivinícolas que se tornaram correntes no setor. É o caso, entre outras, da poda em verde para reduzir o rendimento do vinhedo, e do amadurecimento do vinho em barricas novas de carvalho, sem perder de vista a expressão do terroir e a tipicidade de cada cepa. Hoje, essas contribuições são reconhecidas como fundamentais na elaboração de vinhos de qualidade superior.

Voltar