Encontre o produtor por País

Conheça a história por trás do rótulo

Clarendon Hills

Mc Laren Vale / Austrália

À frente desta vinícola australiana está Roman Bratasiuk, um autodidata perfeccionista. Cultivando cepas francesas no vale de McLaren, ele cria rótulos de terroir como o Astralis, o “vinho das estrelas”
Uma vinícola familiar fundada nos anos 1990 por um bioquímico apaixonado por vinhos.
Foi com esse sentimento que Roman Bratasiuk, um degustador tarimbado e autodidata obcecado por grandes vinhos do mundo, decidiu produzir seus próprios rótulos. Pouco tempo depois, o talento deste produtor perfeccionista começaria a chamar a atenção de críticos e consumidores. Mais precisamente pela excepcional safra 1994 de seu Shiraz, considerado por ele e a esposa, Sue, como um vinho “fora deste mundo”. Rebatizado de Astralis (ou Estrelas), após as quatro primeiras safras, o rótulo ganhou instantaneamente projeção internacional, ganhando inúmeras críticas favoráveis, prêmios e admiradores mundo afora. A partir de então, sua produção passou a ser direcionada aos mercados europeu, asiático e norte-americano, tornando curiosamente a Clarendon Hills quase uma desconhecida em seu próprio país.
Aninhados a 310 metros de altitude, a 15 km do oceano, em meio às planícies de McLaren Vale, em Clarendon, sul da Austrália, os vinhedos de Bratasiuk são uma preciosidade: datam entre 80 e 90 anos de idade, sem enxertia e livres de filoxera, e de baixo rendimento, plantados em terrenos geologicamente e geograficamente variados.
Melhor: inspirado em um paradigma do Velho Mundo, o produtor traçou uma hierarquia de divisão interna com áreas de cultivo destinadas a vinhos Village, Premier Cru e Grand Cru, identificando a qualidade dos vinhedos e a produção que cada um pode ditar. Essas classificações consagradas no Greatest 1000 Wines of All Time (1000 Melhores Vinhos de Todos os Tempos), estão presentes nos rótulos de todos os vinhos da Clarendon Hills.
Um trunfo e tanto para Bratasiuk, que perpetra vinhos únicos, autorais, com a melhor expressão de cada cepa e daquele terroir australiano. Todo o processo de produção, dos vinhedos à adega, é conduzido de perto por ele. Roman não abre mão, por exemplo, de provar as uvas. De acordo com a sua avaliação, ele define o tempo certo da colheita, as melhores parcelas, quando e como vinificá-las. Ou seja: todo o processo é iniciado pelo microgerenciamento de cada um dos vinhedos. As decisões da colheita variam de acordo com essas parcelas, visando a potencializar os sabores e concentrações.
Depois de colhidas, as uvas chegam à vinícola para serem esmagadas e fermentadas.
A fermentação é feita por leveduras maturais em tanques de aço inoxidável abertos. Bratasiuk faz inúmeras provas e, partir daí, opera os ajustes necessários. Ele pode decidir, por exemplo, estender a maceração, reduzi-la ou ajustar a temperatura que melhor lhe agrada, visando a afinar a “textura” de cada vinhedo. Após a fermentação alcooólica, as decisões são tomadas pessoalmente por ele em relação a cada lote e como deve ser o tratamento posterior. Metódico e ultradetalhista, Bratasiuk preocupa-se com cada etapa da vinificação. A fermentação malolática é realizada em barricas novas francesas, onde os vinho posteriormente permanecem, em média, por 18 meses.
Ao final, os vinhos são engarrafados através de um moderno processo de engarrafamento, sem a necessidade de clarificação, filtragem ou uso de quaisquer substâncias químicas.
O correto armazenamento na adega permite que os vinhos permaneçam imóveis durante o processo de maturação e guarda, garantindo as melhores condições à bebida.
O cuidado extremo de Bratasiuk ainda se estende à excepcional qualidade das rolhas, provenientes da Espanha, e às garrafas importadas especialmente dos melhores fabricantes da Borgonha e de Bordeaux. O desenho dos rótulos, por sua vez, também inspirado na tradição borgonhesa, é elegantemente austero e contém tão-somente informações essenciais da bebida. Na verdade, uma estratégia engenhosa de Bratasiuk para que o consumidor seja seduzido a abri-las e descobrir por si mesmo o estilo e a alta qualidade de seus rótulos.

Voltar